Telefones: (11) 4075-1092 / 4075-1634 / 4075-4066 / 4075-4151

Marfim

Nome científico: Balfourodendron riedelianum (Engl.)

Outros nomes populares: farinha-seca, guatambu, pau-marfim, pau-liso.

Ocorrência:
• Brasil: Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo.
• Outros países: Argentina, Paraguai.

Características gerais

Características: alburno não nitidamente demarcado, cerne esbranquiçado a branco-amarelado; cheiro e gosto imperceptíveis, densidade alta; grã irregular a revessa; textura fina.

Durabilidade / Tratamento

Durabilidade natural: O marfim segundo observações práticas é considerada de baixa resistência ao ataque de organismos xilófagos.
Tratabilidade: Apresenta boa permeabilidade às soluções preservativas quando submetida à impregnação sob pressão.

Características de processamento

Trabalhabilidade: O marfim pode ser serrado e trabalhado sem dificuldades. O acabamento é bom e a colagem satisfatória.
Secagem: A secagem é classificada como moderada com ausência de defeitos na secagem ao ar. A secagem artificial deve ser lenta para evitar empenamentos e endurecimento superficial.

Usos

  • Construção civil:
    • Leve interna, decorativa:
      • Forros
      • Lambris
      • Painéis
  • Assoalhos:
    • Tábuas
    • Tacos
  • Mobiliário:
    • Alta qualidade:
      • Móveis finos
      • Móveis decorativos
  • Outros usos:
    • Lâminas decorativas
    • Cabos de ferramentas
    • Peças torneadas
    • Peças encurvadas ou curvadas
    • Decoração e adorno
    • Cabos para cutelaria
    • Artigos de esporte e brinquedos
    • Tanoaria
    • Instrumentos musicais ou parte deles

* Fontes: Ibama, IPT.

Find the last offers by SkyBet at www.bettingy.com BettingY.com Bonuses
Desenvolvido com HTML5 e CSS3 - Copyright © 2015 Sites SP